02 novembro 2011

Morre Lentamente



 


Morre lentamente, 
quem passa os dias queixando-se da sua má sorte
ou da chuva incessante.
 

***
Morre lentamente, quem abandona um projeto antes de iniciá-lo,
não pergunta sobre um assunto que desconhece
ou não responde quando lhe indagam sobre algo que sabe.


***

Evitemos a morte em doses suaves,
recordando sempre que estar vivo exige um esforço
muito maior que o simples fato de respirar.

Pablo Neruda